É preciso congregar

É preciso congregar

“E considerando-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.”
— Hb. 10. 24-25

É bem provável que o melhor momento da sua vida cristã tenha se dado em um lugar de formato tradicional, no qual as pessoas oram, leem a Bíblia, respeitam autoridades, fazem cultos constantes etc. É também bem provável que quando você decidiu abandonar ritos, ficar somente papeando sobre futilidades, perdeu um pouco o ritmo da vida espiritual e passou a se sentir muito livre, porém mais solto e esfriado.

A verdade é que não nascemos no Reino para vivermos sozinhos ou fechados em ambientes agradáveis, cercados somente das pessoas que concordam conosco. Nosso crescimento está em um pouco de diversidade, de contrariedade.

Não é Deus que precisa de culto, nem de pessoas congregando em torno dele. Deus está muito bem assistido em adoração, por seus perfeitos anjos: obedientes iluminados que sabem reconhecer a grandeza e a beleza do Eterno. Nós é que precisamos da constância e disciplina espiritual. Precisamos de oportunidades demarcadas para nos estabelecer na constância do alimento espiritual. Precisamos ser constantemente guiados, testados e aprovados, animados, consolados, advertidos… Somos tão necessitados que não conseguimos sobreviver totalmente fora da ordem.

Por mais que entendamos o quanto é desnecessário o formalismo e ritualismo, sabemos e compreendemos o quanto é essencial identificarmos padrões e fazermos coisas que nos condicionem de alguma forma, para que não nos sintamos tão desvinculados, tão perdidos em nossos próprios caminhos, ainda que seja um caminho religioso.

Por isso precisamos congregar. Essa é a maneira de Deus agregar às nossas vidas a tolerância, o amor ao próximo e o senso de propósito. Sem isso somos um pouco de nicho de nós mesmos, um pouco de valor represado, um pouco e nunca todo o muito que ele nos criou para ser.

compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *