Família saudável em um mundo doente

Família saudável em um mundo doente

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha.
Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha.
Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia.
Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda”.
Quando Jesus acabou de dizer essas coisas, as multidões estavam maravilhadas com o seu ensino.’’ (Mateus 7:24-28)

O mundo está doente. A maioria das pessoas vivem sobre estresse. Os índices de depressão e suicídio tem subido de forma assustadora, o que demonstra um alto grau da doença emocional na nossa sociedade. O adoecimento também é moral e espiritual.

Muitas famílias refletem esse adoecimento, através de relação conturbadas, alto número de divórcios e enorme quantidade de crianças crescendo sem a presença de um pai e uma mãe, só para exemplificar.

É possível construir uma família saudável em um mundo doente?
O texto bíblico nos ensina que sim, mas depende de alguns fatores:

– Depende do tipo de pessoas que somos – o texto fala sobre o prudente e o insensato. Muita gente tem agido de maneira insensata em relação à sua família. É preciso prudência e sabedoria na relação conjugal e com outros entes para construir uma família saudável.

– Depende do fundamento sobre qual edificamos a nossa casa. Muitos relacionamentos têm sucumbido porque são fundamentados em paixões, em sexo, em dinheiro ou em outras coisas que são como areia, se desestruturam diante das intempéries da vida. Um relacionamento será saudável quando for fundamentado nos princípios ensinados na palavra de Deus.

– Depende da atitude que tomamos. O texto fala sobre aquele que ouve e pratica e aquele que ouve e não pratica a palavra de Deus. Essa palavra traz ensinamentos preciosos para cônjuges, pais, filhos, irmãos e amigos, mas não adianta apenas conhecer esses ensinamentos, é preciso vive-los na prática.
Dois tipos de pessoas, dois tipos de fundamentos, dois tipos de atitude.

As circunstâncias da vida são as mesmas. As chuvas, os rios, os ventos, as intempéries da vida podem vir sobre todos. O resultado, contudo, depende do tipo de pessoas que somos, do fundamento sobre qual o edificamos a nossa casa e da atitude que tomamos.

Vivemos em um mundo doente, mas, ainda assim, é possível construir uma família saudável na força do Senhor.

compartilhar

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *