Lugar Seguro

Lugar Seguro

“Jerusalém… Quantas vezes quis ajuntar os teus filhos, como a galinha abriga a sua ninhada debaixo das asas, mas não o quiseste!” (Lucas 13:34)

Jesus está entrando em Jerusalém, a cidade santa, para o último momento de sua vida terrena. Ele olha para a cidade e num êxtase faz uma exclamação surpreendente. Ele poderia ter mencionado a adoração no templo, poderia ter mencionado os peregrinos que iam ali tantas vezes para adoração a Javé, mas não, ele faz uma exclamação de denúncia, de tristeza, de frustração.

Primeiramente, ele aponta a religiosidade homicida da cidade, quantos profetas ali foram mortos. Como assim?

Profetas deveriam ser reconhecidos em Jerusalém, mas foram mortos, e o Filho de Deus também seria morto ali.

Uma cegueira espiritual na cidade mais santa de Israel, como pode isso? Esse é o perigo que corremos, de agirmos somente no cumprimento religioso, da forma e ritos da adoração, mas estarmos longe do coração de Deus, e em nome de Deus, podemos até matar as pessoas que não se encaixam nesse modelo de religiosidade.

Essa cidade já foi destruída uma vez e ainda será palco de muitas manifestações religiosas, mas Deus não encontra os verdadeiros adoradores ali, mas no coração daqueles que adoram a Deus em espírito e em verdade, como disse na conversa com a mulher samaritana em João 4.

Em segundo lugar, Jesus se compara com um animal pequeno e tão comum na vida da comunidade judaica, uma galinha com seus pintinhos ao redor. Ele expressa seu profundo desejo de ao longo de muitos anos, de ajuntar os filhos de Israel e colocá-los debaixo de suas asas, protegê-los do perigo, e assim estarem aquecidos e guardados num lugar seguro.

Mas surpreendentemente Jesus afirma que eles não quiseram. Como assim?

Fizeram as escolhas que quiseram, mas não se deixaram ser encontrados debaixo da proteção divina. Muita religiosidade não significa que você vive debaixo da proteção divina.

Você precisa querer ser levado para debaixo de Suas asas, você não pode ficar no mundo da religiosidade e achar que está tudo bem.

Deixa Jesus te colocar debaixo de Suas asas.

Como diz o tão conhecido Salmo 91:4 “Ele te cobre com suas plumas, e debaixo de suas poderosas asas te refugias; sua fidelidade é escudo e armadura.”

Lugar de total segurança!!! Já vou correndo para debaixo de Suas asas!

compartilhar

Artigos Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *