Nossas Escolhas Marcam Gerações

Nossas Escolhas Marcam Gerações

Êxodo 20:4-6

Na tradução NVT vemos este texto interpretado da seguinte maneira

4 “Não faça para si espécie alguma de ídolo ou imagem de qualquer coisa no céu, na terra ou no mar. 5 Não se curve diante deles nem os adore, pois eu, o Senhor, seu Deus, sou um Deus zeloso. Trago as consequências do pecado dos pais sobre os filhos até a terceira e quarta geração dos que me rejeitam, 6 mas demonstro amor por até mil gerações dos que me amam e obedecem a meus mandamentos.

É importante refletirmos sobre as consequência das nossas escolhas sobre a nossa casa e sobre as nossas gerações vindouras. Perceba que nossa cultura dificilmente nos leva a refletirmos a respeito das consequências futuras de nossos atos, focando prioritariamente naquilo que é imediato, em especial aquilo que nos traz prazer ou gratificação instantâneos. Em forte contraste ao pensamento vigente, a Bíblia nos ensina que nossas escolhas e atos podem trazer danos ou bençãos não somente para nós, em nosso tempo presente, mas também sobre as gerações que nos sucederão.

Como a idolatria era a principal marca da cultura Cananéia nos dias de Moisés, o alerta principal aqui é que a nossa escolha em vivermos o estilo de vida pregado pela cultura que nos cerca trará consequências não somente sobre nós, mas também sobre nossos filhos e nossas gerações após os nossos filhos. Quando nos amoldamos aos padrões de comportamento da sociedade em detrimento da orientação de Deus, nós geramos um efeito em cadeia. Escolhas que fazemos hoje têm um potencial muito maior do que pensamos, pois as consequências de nossos atos podem perdurar por gerações.

Na Bíblia existem diversos exemplos práticos deste princípio. Ao escolher o caminho do adultério, por exemplo, Davi abriu um forte precedente em sua família que teve por consequência conflitos em sua casa por diversas gerações. No entanto, podemos observar também que a escolha de Abraão em caminhar com Deus impactou positivamente os seus descendentes e abençoou o mundo inteiro até os nossos dias e por toda a eternidade. A salvação veio ao mundo na pessoa de Jesus, por meio da descendência de Abraão.

O ponto principal deste texto é a revelação de que nossos atos de amor e obediência a Deus possuem o poder de marcar as gerações vindouras com a bênção, a graça e a misericórdia de Deus por até mil gerações, uma maneira alegórica de afirmar que as consequências da graça de Deus sobre aqueles que o obedecem têm um potencial abençoador imensurável, e que este poder é maior e mais desejável do que o poder de destruição causado por nossas escolhas equivocadas.

É possível que hoje você esteja se debatendo com importantes decisões em sua vida. Lembre-se que suas escolhas afetarão não somente a você, mas também à sua casa e às suas futuras gerações. Seus filhos e as suas gerações após seus filhos colherão as bençãos de sua obediência ou o sofrimento por sua desobediência. Escolha hoje o caminho da bênção! Escolha obedecer a Deus e marque as suas gerações com a graça e a paz do Senhor.

compartilhar

Artigos Recomendados

Comments

  1. Danielle GUIMARÃES : junho 22, 2018 at 8:09 am

    Eu creio!! Em minha casa a maldição foi quebrada qd escolhi ouvir a voz de Deus q não se constou de meus pecados e me chamou de novo a sua presença . Meus filhos colhem o fruto dessa escolha e muitas outras pessoas são salvas e abençoadas tb por essas escolhas .
    Cadeias se quebram com o poder de Deus!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *