Novo nascimento, marca essencial do discípulo

Novo nascimento, marca essencial do discípulo

“Se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas já passaram e eis que tudo se fez novo” II Co 5:17.

Este texto ressalta o maior milagre que o ser humano pode experimentar, o “Novo Nascimento”. Quando Jesus entra em nossa vida, tudo se faz novo, há uma mudança em todo o nosso ser – razão, emoções e vontade passam a ser controlados por uma nova realidade: o Espírito Santo, que agora está presente trazendo consolo, regeneração e santidade, nos capacita a sermos discípulos Dele.

Porém, ser discípulo de Jesus envolve renúncia, compromisso e fidelidade. Estas características só são alcançadas quando há em nós uma disposição integral de seguirmos e imitarmos o Mestre. Para vivenciarmos o discipulado proposto por Jesus, é preciso que Jesus assuma o primeiro lugar em nossa vida. Não basta termos Jesus apenas como Salvador, é preciso que Ele seja Senhor da nossa vida, ou seja, é preciso que Ele assuma o trono de nosso coração. Há muitos crentes que precisam rever o conceito de salvação, pois, sua profissão de fé é meramente verbal e intelectual, precisam verdadeiramente passar pelo novo nascimento e serem transformados.
Conhecemos a árvore pelo fruto, disse Jesus. Muitos estão vivendo uma religiosidade embasados em chavões e clichês eclesiásticos, usados para encobrir uma falsa religiosidade e isso não cabe, não se encaixa com a nova caminhada proposta por Jesus.

A proposta de Jesus é que vivamos uma vida abundante, mas para isso precisamos levar a sério o desafio de ser discípulo de Cristo. Ser cristão nos dias de hoje não é fácil, pois enfrentamos ataques vindos de todos os lados. Nossos inimigos, a carne, o mundo e o diabo, estão sempre a postos para tentar nos derrubar, mas louvado seja Deus, que por sua graça e misericórdia, nos propicia meios naturais e sobrenaturais para que em “todas as coisas sejamos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou”, Cristo Jesus nosso Senhor.

O discipulado não é uma opção, mas um estilo de vida da igreja, por isso precisamos orar para que o Senhor coloque em nossos corações dedicação, paciência e amor para que nossos olhos não estejam voltados simplesmente para a benção, mas, que estejam voltados totalmente para o doador da benção que nos chama para fazer discípulos.

Que o Supremo Pastor das ovelhas, nos dê graça, poder e motivação para fazermos discípulos, cumprindo assim a grande comissão.

“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo: ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ensinado. E eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos.” (Mt 28:19,20)

compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *