ESTUDO 1 – O Evangelho do Reino de Deus

ESTUDO 1 - O Evangelho do Reino de Deus
por

TEMA: A VIDA DE UM DISCÍPULO DE CRISTO

ESTUDO 1 – O EVANGELHO DO REINO DE DEUS

“O que é um discípulo? Discípulo é aquele que segue a Jesus Cristo. Ser cristão não significa automaticamente ser discípulo, embora os cristãos sejam membros do Reino de Deus. Seguir a Cristo implica em aceita-lo como Senhor; significa servi-lo como escravo (Original = Doulos – Fl 1:1,2). Também significa amar e louvar”. Juan Carlos Ortiz

INTRODUÇÃO:

Quando Pedro concluía seu sermão no dia de pentecostes, ele deixou bem claro o seguinte: “Portanto saiba com certeza todo o Israel, de que a este Jesus que vós crucificastes. Deus o fez Senhor e Cristo.” (At 2:36). Quando aquela gente compreendeu que Jesus era realmente o Senhor… “ouvindo eles isto, afligiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: o que faremos irmãos?” indagaram eles – e a resposta foi: “Arrependei-vos e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos vossos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo.” (At 2:37,38) – Aqui começa a pregação apostólica do Evangelho do Reino.

NO REINO DE DEUS VIVEMOS PARA O REI JESUS E NÃO PARA NÓS MESMOS

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. (Mt 11:28-30)

  • Quando vamos até Jesus, é preciso entender que este convite não é só para um alívio (ah, resolvi o meu problema!), é para um descanso e descanso envolve uma entrega total de nossas vidas, é um nível mais elevado de entendimento do Reino, é entendimento de que Jesus quer cuidar de nós porque somos dele agora, por isso, não vivo mais para mim, agora vivo para Jesus (Gl 2:20).
  • Quando vamos até Jesus, não vamos apenas para a libertação de nossos fardos e dificuldades, é bem verdade que ficamos livres desse jugo, mas, o convite vem seguido de uma proposta de substituição; tomar o fardo de Jesus (Mt 11:28-30). Ele nos liberta de nossos velhos fardos, para sermos utilizados agora no Seu Reino. Ele nos liberta de nossos problemas para que passemos a arcar com os Dele. A partir de então, vivemos para o Rei Jesus, e não para nós mesmos.
  • Quando vamos até Jesus, precisamos saber que Jesus sempre foi anunciado como Senhor e Rei que haveria de vir. Ele é maior que os profetas, maior que Moisés, maior que Davi ou os anjos. A autoridade de Jesus é inquestionável (Mc 4:41). Aos discípulos: vem e segue-me; à Zaqueu: desce depressa; Aos pecadores: vá e não peques mais. Quando aceitamos o Senhorio de Cristo, não há mais escolhas e condições, ou Jesus é Senhor de sua vida, ou não é, ou você obedece, ou desobedece, ou você nega a si mesmo, ou nega a Jesus.

A OBEDIÊNCIA É O PRINCIPAL QUESITO PARA QUEM QUER VIVER NO REINO DE DEUS

“Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade (obedece) de meu Pai que está nos céus. (Mt 7:21)

  •  Obediência é obediência de Gênesis a Apocalipse. Não existem textos na Bíblia onde a verdadeira obediência está relacionada a outra pessoa a não ser Deus. Ou obedecemos a Deus, ou desobedecemos. Se desobedecemos, então servimos a outro ser espiritual que não é Deus, logo, vivemos em outro reino que não é o Reino Deus!

Zaqueu poderia ter negociado com Jesus, ou até mesmo indagado sobre a ordem recebida de Jesus, mas não, ele escolheu obedecer e o resultado foi: “hoje entrou salvação nesta casa.” Um grande presente que ganhamos de Jesus, é a vida eterna.

Mateus podia não ter dado atenção à Jesus e continuado a recolher os impostos, mas não, escolheu obedecer, e o resultado foi: tornou-se discípulo de Jesus. Um outro grande presente que recebemos de Jesus, é nos tornarmos discípulos dele, e segui-lo.

Os discípulos poderiam não ter dado muita atenção frente a grande comissão de Jesus (Mt 28:18-20), mas escolheram obedecer, e fielmente! E o resultado foi: “eis que estarei convosco todos os dias.” A presença de Jesus é o maior presente que um fiel discípulo de Jesus pode receber.

  • As ordenanças de Jesus são mandamentos e não são opcionais, são ordens expressas, são ordens para que abandonemos o pecado! Não podemos viver no Reino de Deus compactuando com o pecado. Se Jesus permitisse que o jovem rico o seguisse sem ter vendido os seus bens, ele teria sido um mal discípulo, toda a vez que Jesus lhe desse uma ordem, ele indagaria consigo mesmo: “Bem, eu faço ou não faço?” Assim estão vivendo muitos que se dizem cristãos, como se tivessem a opção de fazer somente o que lhes parece agradável de fazer.
  • Salvação é submissão, é colocar-se sob o domínio de Cristo, é tornar-se cidadãos de Seu Reino, é estar coberto pela sua proteção. “Venha a nós o vosso Reino”. Significa que precisamos abandonar o trono de nossa vida que estamos ocupando, e permitir que Jesus tome lugar nele. “Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu”. É norma para ser observada no tempo presente; não era para ontem e nem para as eras vindouras! Reflita: Qual nota você dá neste quesito da obediência em sua vida? Qual o seu comprometimento com o evangelho do Reino?

EXISTEM PRINCÍPIOS PRÁTICOS PARA QUEM QUER VIVER NO REINO DE DEUS

Digamos que você está de mudança para um lugar bem distante daqui, e neste lugar para onde vai, têm alguns quesitos que precisam ser preenchidos para a sua permanência lá. Existe um check list com princípios importantes que devem ser observados para que você seja bem recebido naquele lugar; vamos fazer uma análise:

  • Ter sido um bom mordomo das coisas que Deus me confiou
  • Ter dado bom testemunho por onde passei
  • Fazer do meu trabalho um campo missionário
  • Ter amado, respeitado, honrado e cuidado das pessoas dentro do meu lar
  • Ter entregado os problemas nas mãos do Senhor
  • Ter buscado viver em humildade
  • Ter servido ao próximo
  • Ter prazer na obediência da Palavra de Deus
  • Ter buscado intimidade com Deus
  • Ter o Reino de Deus em primeiro lugar na minha vida

O evangelho do Reino de Deus nos ensina tantas coisas preciosas!

E o que implica na absorção desses ensinos, é o estilo de vida cristão:

Vivo como um mero aluno, ou sou um verdadeiro discípulo de Jesus Cristo?

Em que Reino estou vivendo? No Reino de Deus, ou neste Reino terreno?

Como é bom quando podemos fazer uma reflexão e relembrar das coisas que verdadeiramente são mais importantes em nossa vida.

Preciso ter um lugar para comer, preciso me vestir e preciso me abrigar, mas…

Eu não estudo em uma universidade para conquistar um diploma, vou lá para proclamar o evangelho do Senhor Jesus Cristo e estender o Reino de Deus. E de passagem, obtenho o diploma.

Eu não trabalho na empresa A B ou C, para ganhar a vida, trabalho lá porque Deus precisa conquistar aquele pedacinho de terreno para Ele e precisa de mim para isso. E por trabalhar nela, meu patrão me paga um salário.

Eu não vou à igreja cumprir um ritual evangélico, vou à igreja para cumprir uma ordem do Senhor (Hb 10:23-25). E por conta disso, Ele derrama sobre mim, a benção de viver a comunhão do corpo de Cristo.

O Discípulo, Juan Carlos Ortiz

compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *