ESTUDO 8 – Do leite ao alimento sólido

ESTUDO 8 – Do leite ao alimento sólido
por

TEMA: A VIDA DE UM DISCÍPULO DE CRISTO

ESTUDO 8 – DO LEITE AO ALIMENTO SÓLIDO
TEXTO BASE – Hb 5:11 à 6:3 – Ef 4:11-13

INTRODUÇÃO:

Um dos ensinos do apóstolo Paulo, é para que cheguemos a maturidade, ou seja, saiamos da estatura, da mentalidade, dos procedimentos de criança e nos desenvolvamos à estatura de varão perfeito, ou seja, cheguemos a altura espiritual de Cristo, nos tornemos iguais a Jesus. Há uma proposta a ser alcançada além dos louvores, do serviço, de reconhecermos Jesus como Senhor e Salvador, e esta é exatamente passar do estágio da infância para o estágio da maturidade (varonilidade).

SINAIS DE QUE É PRECISO CRESCER, SAIR DO LEITE

● Nossas orações devem ser crescentes, precisamos passar da formalidade para a informalidade. A oração é uma conversa a ser desenvolvida com o Pai (Mt 6:7,8), Deus, Ele é o seu Pai e a medida que vamos crescendo, as conversas com o nosso pai, têm que avançar, deve crescer a cada dia.

● Como nos portamos na igreja, é outra forma de medir nosso crescimento, pois, se ainda nos dividimos, ou seja, temos predileção por algum grupo em detrimento de outro, é um sinal. Paulo disse aos coríntios que eles estavam divididos: uns eram de Pedro, outros de Apolo e outros se diziam ser dele mesmo (I Co 1:12, I Co 3:4). Eram partidários! Paulo diz que isso é imaturidade.

● Outra evidência é que estamos sempre mais interessados em receber do que dar. A pessoa madura sabe dar e os mais maduros, priorizam isso (At 20:35). Dar é um atributo de adulto. Não é interessante como os crentes estão mais interessados nos dons do Espírito do que no Seu fruto?

● A falta de compromisso com o aprendizado, com a Palavra e com a batalha espiritual, evidencia necessidade de crescimento também. Cristo nos ordena a crescer na palavra (Os 6:3, II Pe 3:18), mas é só a paixão por Jesus e o desejo ardente de amadurecer que vai fazer com que isso aconteça, por isso João escreve que para muitos: é preciso voltar ao primeiro amor (Ap 2:4,5)

● Evangelismo pessoal também evidencia a necessidade de crescimento. O ide e pregai é uma ordenança a todo crente não só para crescimento pessoal, mas também para crescimento do corpo de Cristo. A paixão por Jesus e consequentemente pelas almas, nos leva a desenvolver esse estilo de vida, ovelhas geram ovelhas.

SINAIS DE CRESCIMENTO DOS QUE ESTÃO COMENDO ALIMENTO SÓLIDO

Olhamos para Efésios 4:11 e nos deparamos com uma lista de dons ministeriais, que foram dados por Jesus para alguns membros do seu corpo, mas, o enfoque aqui, é para que esses dons que foram dados a alguns, fossem usados para a capacitação dos santos e todos os santos devem e precisam ser capacitados, inclusive os que receberam estes dons. Estamos sempre sendo capacitados pelo Senhor para Sua obra e para edificação do Seu corpo, e isso é sinal de crescimento.

● Continuando no capítulo 4, Paulo fala sobre uma conduta de amadurecimento. Não ser mais como meninos agitados de um lado para o outro, e levados ao redor por todo vento de doutrina, é um fator distinto sobre amadurecimento. Quantos têm saído de suas igrejas para buscar alimento em outros “pastos” e têm se intoxicado e por vezes morrem, pois, o alimento está contaminado.

Ef 4:14,15 “Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo…”

● Os dons do Espírito são evidências em irmãos que tem buscado crescer em sua experiência com o Espírito Santo. Esses dons sendo ministrados com maturidade é benção no Corpo de Cristo e no Reino de Deus. Um sinal de crescimento é o entendimento e a consciência da necessidade desses dons no meio da igreja, saímos da condição de “orfanato” e passamos a ser verdadeiramente um lugar de aperfeiçoamento dos santos.

● O fruto do Espírito evidencia o nível de entendimento da missão, do chamado. Fomos chamados para dar frutos para a glória de Deus. O crente maduro, não passa mais seus dias defendendo sua subsistência nessa terra, antes, pelo contrário, sua preocupação é que Jesus apareça, que Ele cresça, que a graça do Senhor seja manifesta na vida de outros e o Reino de Deus prevaleça.

● Cristãos maduros cuidam dos seus pastores. O investimento em seus pastores faz com que gere uma via de mão dupla, pastores bem preparados, liderança bem treinada. A multiplicação é vista naturalmente com a ministração dos amadurecidos, na vida dos que estão crescendo. Isso é benção, pois gera obediência e submissão escalonada que desemboca na comunhão, e ali, Deus ordena a benção e a vida para sempre.

● O caminhar constante na visão da maturidade, leva o cumprimento da missão. Missão é envio:

# Deus enviou Jesus

# Jesus enviou os apóstolos

# Os apóstolos enviaram a muitos para formação das igrejas

# As igrejas enviam os vocacionados para serem testemunhas em Jerusalém, Judeia, Samaria e até os confins da terra (At 1:8) para formarem outras igrejas e expandir o Reino de Deus.

PARA REFLETIR:

➢ Qual o nível de engajamento você se encontra hoje no Corpo de Cristo? Qual área você tem buscado crescer?

➢ Qual o seu compromisso com o aprendizado, com a Palavra e com a batalha espiritual?

➢ Você já tem entendimento sobre os dons (Básico – Rm 12, Ministerial – Ef 4 e Dons do Espírito ou manifestação – I Co 12)?

➢ Como você classifica a importância dos dons e do fruto do Espírito?

➢ Mediante as evidências de crescimento, em que estágio você se encontra?

 

O Discípulo, Juan Carlos Ortiz

compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *